domingo, 29 de janeiro de 2017

How I Met Your Mother – Caindo em Tentação.


Exceto Chaves, Eu já havia prometido nunca mais assistir uma série de televisão, mesmo alguns amigos, fazendo juras eternas de amor para The Walking Dead, The Big Bang Theory, Breaking Bad, Game of Thrones, mas a minha cota de horas “perdidas” diante o televisor já haviam se esgotado depois de 8 temporadas de “Monky” e “Psich”; 4 de “Everybody Hates Chris”, 5 de “Eu, a Patroa e as Crianças” e 2 de “Les Revenants”, isso sem falar de C.S.I., Supernatural e House.
Porém, por mais inacreditável que pareça, eu não sou perfeito. Acreditem! E como todo pobre mortal cai novamente em tentação após assistir o episódio piloto de “How I Met Your Mother”. E como já era de imaginar, depois de boas gargalhadas, lá estava eu novamente “largado no sofá” assistindo episódio por episodio – um atrás do outro. Para ajudar, o domingo estava chuvoso e minha mãe de forma surpreendente não me chamou para almoçar.
Para quem me conhece, sabe que quando eu gosto, eu gosto mesmo, e se tratando de série e juntando a assinatura mensal da netflix e uma boa conexão de internet isso não costuma dar certo, então lá se foi todo o domingo, ou pelo menos metade dele, foram apenas 5 episódios, isso graças a “maravilhosa” visita de minha sobrinha, que mesmo com minhas indiretas para que fosse embora, somadas aos meus bocejos e meu pijama, insistiu em ficar, e o que é pior, me pedindo atenção e dinheiro também.
E tenho que admitir, a série é ótima, e certamente vai me custar um “bocado” de tempo, de forma simples, mas nem por isso menos interessante, a trama se desenvolve literalmente como a tradução sugere: “Como eu Conheci a sua mãe”.
Ted, um dos protagonistas, está contando para os filhos como conheceu a mãe deles, porém, nestes primeiros 5 episódios que assisti, que agora já são 6, ela ainda não apareceu, (eu honestamente duvido que isso aconteça), dessa forma, ele conta toda a história a partir de 2005, quando ainda tinha 27 anos e vivia rodeado por 4 amigos, o casal Marshall e Lily, a linda Robin Scherbatsky e o eterno solteiro Barney Stinson.
Os diálogos são de uma inteligência peculiar e as piadas além de perspicazes são excêntricas e capazes de fazer você dar boas gargalhadas ao ponto de doer a barriga, cada um dos cinco personagens é bem construído e possui uma carisma que não há como não admirar seus respectivos papeis e por fim, só a beleza de Cobie Smulders já vale por cada episódio.

How I Met Your Mother estreou nos Estados Unidos em 2005 e teve seu fim depois de 9 temporadas, a sitcom ganhou diversos prêmios e tirou do anonimato nomes como o da própria Cobie e também os de Josh Radnor e Jason Segel. 

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Mas Não se Mata Cavalo? - Horace McCoy

http://www.poltrona21.com.br - Em Breve

você pode acompanhar a resenha desse livros no site Poltrona21

Carcereiros - Drauzio Varella

Em Breve no www.poltrona21.com.br

Você pode conferir a resenha deste e de demais obras no site Poltrona21

terça-feira, 5 de janeiro de 2016